Poeta André Vasconcelos

Poeta André Vasconcelos
Mensageiro Natural de coisas Naturais

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Essência

A Sua Essência

É velho o tempo vai passando
Você o que tem a fazer.
O que anda fazendo pra sobreviver.

Seu foco é o mesmo do inicio.
Os objetivos foram conquistados ou revistos.
Teve que mudar conceitos para viver entre os bem sucedidos.

Você é a mesma pessoa de antigamente.
Que pegava ônibus e a simplicidade na mente.
O mundo já ta cheio de hiena sorridente.

Você é aquele mesmo.
Que quando faltava mistura ainda assim não sucumbia.
Sabia que no dia seguinte, você teria a confiança
Doze horas para batalhar e conseguir a mistura da criança.

O tempo passou você conquistou e o foco é o mesmo.
A luz clareou o samba tocou você melhorou.
Reinaldo cantou os pássaros veio ver o “soneto de prazer”

Amanhece surge o sol ainda meio sonolento.
Ontem era noite, triste sem nada era tão lento.
E agora vieram bens carros fazendas apartamento.

Isso é muito bom, sua luta não foi em vão.
Quem esta contigo, família, parentes irmão.
E os que andaram contigo nos dias difíceis, permanecem,

Agora que tem uma suposta condição melhor.
Ajuda aqueles que contigo lutaram.
Ou a condição atingiu a memória e você os esqueceu.

A sua origem, de onde você veio poderás voltar um dia.
É considerado onde cresceu lá na vila está tudo bem.
E o meninos do bairro cantando “Respeito é pra Quem Tem”

Você ouviu e sentado na calçada percebeu.
Que a sua volta já não tem nada do inicio.
Perdeu amigos, respeito amor
A base pra vida.
Você perdeu tudo isso.

É hora de acorda, levantar e retornar.
Rever conceitos que se perdeu em sua busca cega para ter uma herança.
Refazer o estrago que tem feito.

Retorne de onde caiu.
Se assim considerar que isso existiu na sua caminhada.

Onde foi esquecidos valores humanos merecedores de seu respeito
Repare o erro e honre o sol que hoje brilha na sua janela.
Honrar aqueles que contigo lutou nas vielas.
Honre o chão onde um dia pisou.Respeite ela.

A essência da não contaminação de valores impagáveis da vida.

André Luis




Valores antigos Respeitados como se nunca houvesse mudado.

Cada Qual com Sua Essência eu tenho a minha












2 comentários:

dulixo disse...

Salve...progressos sempre tiu....que nunca lhe faltem as palavras...nóiz!

Tubarão

Crônica Mendes disse...

Gostei.

LHe diria para se associar mais com as pessoas que ocupam sua mente e seu universo, se torne uma dessas pessoas para quem você acredita escrever.

Não é uma regra, é uma dica de leitor.

Abs