Poeta André Vasconcelos

Poeta André Vasconcelos
Mensageiro Natural de coisas Naturais

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Emergencia 720


Quantas vidas apreensivas
Por tantas outras destruídas
Por tão poucas outras redimidas.

Estou aqui a mais de 17 horas.
E por aqui se passa um filme real.
Muito triste quem se importa, tudo é tão desigual.

Emergência 720, aonde nós chegamos
Edifício Prof. Jairo Ramos

Vidas vêm e se vão
Umas para suas casas outras não.
Muitas outras morrem e algumas para detenção.

A noite toda é assim
Uns querendo viver, outros querendo se perder.
Vários nem sabe o por que

Motivos banais, psicológicos, valentia.
Mente vazia.
Por facas tiros e mente suicida.

E o registro de quem ali estaria.
Para tirar a tristeza de uma vida.
E transformar a dor em alegria.
Dessa nossa vida bandida.

Onde adoecer é quase um pecado.
Sem plano de saúde e nem um trocado.
Adormece seu corpo na fila de espera, pecado.

Enquanto escuto o rapaz do lado.
A nossa saúde publica ta terrível
E nossa auto-estima, destroçada.

Se plano de saúde é artigo de luxo.
Vários deles queriam isso pra si.
Pois muitos estavam (Duas) noites sem dormir.

Eu nem sinto vontade de sorrir.
Para tentar encobrir, a frustração de se viver assim.
Para que se inferiorizar se é a realidade, nós não podemos é Sucumbir.

Aí dos que dependente de Hospital Publico brasileiro.
Morrer sem nenhum atendimento parecendo um chiqueiro.
A tristeza de mãos atadas é um sentimento tão nojento.

E nesse dia vou me despedir são 17horas sem dormir.
Ainda é pouco pelos que estão por aqui.
E eles ainda agüentam sorrir.
Esperando a ajuda divina pra dali Sair.

Muitos até vão rápido dali sair.
E tantos outros que dali nunca vão sair.
Ou dali mesmo eles deixem de existir.

Espero que isso mude, por enquanto.
Foi Sempre Assim...

As Lagrimas de Sangue dos Olhos Insistem em Cair.

André Luis

5 comentários:

Carol R. disse...

Sua poesia-protesto é imensamente boa XD São relatos de situações tão tensas, mas fica tão bom que dá vontade de fazer algo para mudar esta situação urgentemente...

:)

Ronaldo Nunes disse...

Aí dos que dependem de Hospital Publico brasileiro.
Morrer sem nenhum atendimento parecendo um chiqueiro.

Triste cena que se repete nos 4 cantos do nosso Brasil!

Salve meu mano, fatos lamentáveis do nosso cotidiano relatado de uma maneira agradável para a reflexão!


Parabéns!

Ronaldo Nunes disse...

Aí dos que dependem de Hospital Publico brasileiro.
Morrer sem nenhum atendimento parecendo um chiqueiro.

Triste cena que se repete nos 4 cantos do país
Salve meu mano, bela poesia que relata fatos lamentáveis do nosso cotidiano de forma agradável para uma boa reflexão.


Parabéns

@oronaldonunes

Daniela Mara disse...

Parabéns pelo blog...mais uma via para conhecermos grandes talentos!Parabéns! =)
As poesias em forma de protesto...uma forma inteligente de protestar tantas barbaridades de nosso país!

Crônica Mendes disse...

O dia a dia é dificil, na madrugada a vida fica mais em risco.

Bom texto.

Detalhes... não seria Destroçada? Mesmo sem a rima a mensagem chega.

abs