Poeta André Vasconcelos

Poeta André Vasconcelos
Mensageiro Natural de coisas Naturais

domingo, 23 de dezembro de 2012

BOAS FESTAS AMIGOS



BOAS FESTAS AMIGOS

Boas festas...

Cada um olhando seu próprio umbigo.
E vamos comemorar...
Nos afogar em meio às privadas
De tanto beber, quem sabe vomitar...

Mas não tem nada não...
É festa.
É comunhão.
É cinismo
É ingratidão.

Mas que nada.

As festas vêm
Para que possamos esquecer...
Das falcatruas recebidas.
Das falsidades adquiridas.
Então esquece
É festa...
Ano que vem começa de novo.

Aproveite o amigo secreto.
E revele seu inimigo.
Na troca de presentes.
Presenteia sorrindo.
Dizendo tudo de bom
Mas guardando sua opinião.

Falsifique seu sentimento também.

Afinal é FESTA...
Pode-se tudo...
Vamos gastar tudo que temos.
Pra festa bombar...
Encher a casa parecendo um bar.

Mas é festa pode-se tudo.
Vamos confraternizar
Abraçar quem nem nos olha.
Pra festa melhorar...

É festa
E na festa esquecemos de tudo.
Pra uns, peru.
Pra outros, frango.
Ninguém se cuidando.
Não importa.
Estamos gastando

Afinal é festa...
do FIM do ano.

BOAS FESTAS...
Autor - André Vasconcelos

Um comentário:

Marcão Baixada disse...

Boas festas para todos nós, repletas de poesia, meu irmão.
Abraço.