Poeta André Vasconcelos

Poeta André Vasconcelos
Mensageiro Natural de coisas Naturais

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Eis Me Aqui



                          Eis me Aqui

Eis me aqui.
Um sonhador.
Quem me vê.
Não diz o que sou.

Sou um sonho inacabado.
Sou coração dilacerado.
Sou peito aberto maltratado.
Um segurança investigado.

Sou um ninguém de alguém.
Sou ferida aberta também.
Quem sabe a solução.
Para o seu profundo desdém.

Eis me aqui.
Um sonhador.
Quem me viu ontem.
Não sabe quem eu sou.

Sou a voz do destemido.
Às vezes a voz do excluído.
Eu uso o silencio do reprimido.
Pra trazer a voz de um ser bem vindo.

Eis me aqui
Um sonhador.
Quem me viu chorar.
Imaginará como eu sou.

Sou um riso qualquer.
Sou força pra te por de pé.
Sou quem às vezes desacredita.
Mas em você deposita fé.

Sou um poeta qualquer.
Que faz do sentimento.
Como uma conquista de uma mulher.

Sou versos, sou poema sou nostalgia.
Sou sua disritmia.
Sou Poesia
Sou só um sonhador.
Em plena harmonia.



Autor – André Vasconcelos

3 comentários:

Germano Gonçalves disse...

O ser poético em busca dos sonhos, gostei, valeu!

Germano Gonçalves disse...

O ser poético em busca dos sonhos, valeu!

Alice Zion disse...

Ótimo!