Poeta André Vasconcelos

Poeta André Vasconcelos
Mensageiro Natural de coisas Naturais

sábado, 3 de setembro de 2011

Meu Amor Dorme






Meu Amor Dorme
Autor - André Vasconcelos

Deite sobre esse lençol.
Que teu sono vou guardar.
Esse vendaval vai passar.

Deite e dorme, pode descansar.
Vem meu anjo.
hoje vou lhe venerar.
O meu peito até inflama.
Quando ouço seu respirar.

Eu sei está sendo tão dificil.
E minha maior certeza
É que estou contigo em tudo isso.


Foi na Dor com Amor.
As vezes Flor sem Rancor.
E como o voo do Condor.
Eu te pego em meus braços
E te chamo meu amor.

Por você vou cuidando.
E não haverá desengano.
Minha nega eu te ouço.
Até pelo Respiro do seu sono.

Deita e Dorme.
Guardarei seu sono.





6 comentários:

Germano Gonçalves disse...

Isso aí sempre André, gostei da poesia "Meu amor dorme" Porque só quem ama dorme o sono dos justos, valeu!

Germano Gonçalves disse...

Gostei André. Por que só quem ama dorme o sono dos justos, valeu!

Caschemir disse...

Bela poesia! É bom saber que se tem alguem...

Anônimo disse...

OPAA OTIMA POESIA MEU PARCEIRO.
PALAVRAS COLOCADAS DE UMA FORMA QUE SE IDENTIFICA COM CADA UM QUE A LE.

IREI ATE MANDAR PRA MINHA GATA POIS FIZEMOS 3ANOS DE NAMORO ONTEM
HAHAHA

É ISSO AI ANDRE ABRAÇS PARCEIRO

@IRANMNR

V.A.T.O disse...

Da hora muleke ...Mesmo que o amor cause estrago o importante esta em amar...

Mel Duarte disse...

Momento sagrado esse descrito André, poder admirar o ser amando em seu estado mais puro, mais calmo, mais frágil... Linda Poesia, parabéns!!