Poeta André Vasconcelos

Poeta André Vasconcelos
Mensageiro Natural de coisas Naturais

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ReNasCer




          Renascer

Um Lastro, Um Laço, Um Rastro.
Um Contraste.
Encobertando um Traste
Havia a Pilastra.

Que tudo isso passe.
E que deixe o ambiente perfumado.
Porque o rastro deixado.
Tem deixado o coração bem maltrato.

Peço ao traste idealizado.
Nunca fui tão conformado.
Vê se fica de lado.
Se não receberás o que merece
Eis que aqui, contem um sentimento revoltado.

Chegou à hora se prepare.
Ninguém que ninguém suportasse.
Não há quem revidasse.
Sentimento caído.
Agora erguido como um guindaste.

Hei senhora do desamor...
Que nunca ouviu Namor...
Com o amor pouco se importou.
Desse seu jeito nada se entusiasmou.
Não se importou você ainda não se encontrou.

Sentimento apresentado.
Aquele que você sempre desprezou.



Autor – André Vasconcelos

4 comentários:

Simplesmente Cativante disse...

Belas palavras de um eterno poeta!!

Germano Gonçalves disse...

É isso aí caro colega das letras, tudo pelo amor na poesia, valeu!

pater disse...

Cativa mesmo!!! Escreva sempre!!

pater disse...

cativante mesmo!! escreva sempre!!!